05 de dezembro 2018 11:36

PCCS a luta continua

Tão logo foi publicado o artigo “As armadilhas da política”,fui procurado pela turma do PCCS, para corrigir algumas informações. Mais uma vez entrevistei o André Ferraz, que retificou sua informação anterior de que os funcionários da saúde cedidos para os municípios, estariam ganhando mais que os demais. Retificada esta informação vamos descobrir descumprimento de Lei Federal, uma vez que a pedido da Fetransport, o então presidente Lula, assinou um decreto onde todos são obrigados, a comprar, e usar, o Vale Transporte. Mas o governo do PT foi aquele que mais igualou as condições de trabalho, se o médico cubano ganhava pouco porque o médico do Estado do Rio de Janeiro ia ganhar mais?????Ele por ser daqui, sabe como viver com menos.

A luta continua, buscar dignidade não é crime, não esta se xingando a mãe de ninguém, o que está se pedindo é um salário, e condições que respeitem, os profissionais de saúde. Se no Brasil abolimos a escravidão do “Mais Médicos”, está mais do que na hora de acabar com as péssimas condições de trabalho dos servidores da saúde do Rio.

Nossos microfones, e câmeras, estão a disposição do futuro governador, Wilson Witzel, caso ele queira falar algo sobre isso. Sobre as denúncias de favorecimento na renovação das concessões ferroviárias. na segunda parte da matéria, a decisão da Exma. Sra. Dra. Ministra Carmem Lúcia, sobre o pedido de ADI, a principio da Ferro frente, e corroborado pela PGR, colocará um fim a um grande prejuízo que o País terá.

Carlos Senna Jr.

MTB 32447/RJ

carlossennajrjornalista@gmail.com


muspe.org © 2017 - 2019 Todos os direitos reservados. Design by: Realidade Virtual